Category

Açúcar e Etanol

Novo sistema de limpeza de tela de filtro de xarope incrementa recuperação em R$125 mil

Por | Açúcar e Etanol, Açúcar e Etanol, Caso de Sucesso | Sem comentários

Problema nos bicos autolimpantes

Uma usina de açúcar e etanol usava chuveiros comuns com bicos autolimpantes para limpeza de tela do filtro de xarope. Como havia falhas de cobertura na pulverização, parte das impurezas não eram filtradas para a fabricação do açúcar

Era necessária, portanto, uma solução que realizasse a limpeza sem falhas para máxima filtração do xarope e, assim, aumentar a recuperação de açúcar.

Leia Mais

Usina de açúcar e etanol reduz consumo de água em 60% e elimina problemas de infecção na peneira rotativa

Por | Açúcar e Etanol, Açúcar e Etanol, Caso de Sucesso | Sem comentários

Para limpar as telas das peneiras rotativas, uma usina de açúcar e etanol utilizava dois chuveiros com bico tipo jato leque, que não possuíam design de autoalinhamento e bom coeficiente de variação, além disso a manutenção periódica era negligenciada.

Havia grande consumo de água e a higienização das telas era ineficiente, o que propiciava a formação de bactérias, que contaminavam o material, gerando perdas de produção.

Leia Mais

Limpeza da tela do filtro prensa: saiba como usina aumentou faturamento anual

Por | Açúcar e Etanol, Açúcar e Etanol, Caso de Sucesso | Sem comentários

Uma grande usina de açúcar e etanol usava um chuveiro de alta pressão para limpeza da tela do filtro prensa com bicos autolimpantes. A empresa estava insatisfeita com o sistema porque constantemente precisava fazer parada de produção para desobstruir os bicos que entupiam devido ao travamento da mola interna. A parada para manutenção também apresentava risco para o operador, pois era necessário acessar cada bico individualmente para desobstrução.

Leia Mais

Usina do setor sucroenergético reduz de 30 para 10 minutos o tempo de limpeza de dornas ao adotar lavador pneumático

Por | Açúcar e Etanol, Açúcar e Etanol, Caso de Sucesso, Lavagem de Tanques | Sem comentários

Uma grande empresa do setor sucroenergético, que produz e comercializa etanol, açúcar e energia limpa usando biomassa de cana-de-açúcar, enfrentava dificuldades com a limpeza de dornas, que por serem antigas, continham serpentinas dentro. A higienização era deficiente e precisava ser complementada com antibióticos para evitar a infecção no caldo de fermentação. A empresa desejava uma solução para reduzir o tempo de limpeza das dornas utilizando a menor quantidade de água possível.

Leia Mais
Chuveiro com escova

Usina tem incremento médio de R$ 400 mil por milhão de tonelada usando chuveiro com escova na embebição de moenda

Por | Açúcar e Etanol, Açúcar e Etanol, Caso de Sucesso | Sem comentários

Uma usina de açúcar e etanol vivia um problema comum entre as indústrias do setor: embebição de moenda desuniforme e ineficiente. É nessa etapa, especificamente, que acontece a retirada do açúcar do bagaço moído e o ideal é que o processo resulte no máximo aproveitamento da matéria-prima. A elevada presença de fibras dificulta o processo. Quando a embebição não acontece por completo, há perdas na extração e prejuízo para a usina. A solução originalmente utilizada pela usina era um tubo furado no último terno da moenda para a embebição.

Leia Mais
pulverização na recuperação de açúcar

Precisa melhorar a recuperação de açúcar? Saiba como a pulverização pode contribuir

Por | Açúcar e Etanol, Conceitos de Pulverização | Sem comentários

A recuperação de açúcar é um dos indicadores de produtividade do setor sucroenergético. Quanto mais uma usina consegue extrair açúcar a partir da matéria-prima, mais eficientes estão seus processos e isso é um ótimo sinal de que a operação está a pleno vapor e de que a lucratividade deve acompanhar esse fluxo.

No entanto, nem sempre a extração é feita em todo o seu potencial. Em muitos desses casos, um sistema adequado de pulverização pode contribuir para melhores resultados não só no em relação à recuperação do açúcar em si, mas em outros aspectos desejáveis na produção como redução do consumo de água e de energia elétrica também, o que melhora os custos operacionais e adequa a empresa às metas de sustentabilidade.

Leia Mais

Como garantir a segurança e combater explosões na movimentação de materiais?

Por | Açúcar e Etanol, Mineração, Prevenção a incêndios, Siderurgia | Sem comentários

Durante a movimentação de materiais particulados em esteiras transportadoras, as empresas lidam com a condição que, mediante uma combinação de fatores, torna a poeira capaz de incendiar e explodir, por isso a ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – regularizou a obrigatoriedade de usos de chuveiros automáticos com a NBR 16913.

A adoção de um equipamento adequado proporciona condições de operação e ambiente de trabalho mais seguros, uma vez que o chuveiro automático entra em operação mediante focos de calor evitando que a combinação dos fatores “calor + acúmulo de poeira = incêndio”, podendo ocasionar até explosões.

A Spraying Systems com sua expertise em tamanho de gotas desenvolve soluções apropriadas para diversas atividades industriais, inclusive para controle da poeira gerada no processo de movimentação de materiais, um dos fatores responsáveis por gerar incêndios.

Leia Mais

Secagem de levedura: dobre a capacidade pela metade do investimento em uma torre

Por | Açúcar e Etanol, Conceitos de Pulverização | Sem comentários

A secagem de levedura costuma ser uma etapa complexa nas usinas de açúcar e etanol. Os equipamentos comumente utilizados, os evaporadores tubulares convencionais (contínuos ou em bateladas) com circulação forçada e filme ascendente ou descendente, são bem-sucedidos com uma variedade de materiais. Porém, eles não são eficazes para líquidos sensíveis ao calor, viscosos, incrustantes, com presença de sólidos e com alto ponto de ebulição, como é o caso da levedura.

O equipamento costuma gerar alguns problemas operacionais com os quais você possivelmente já se deparou como a degradação das proteínas, devido ao longo tempo de residência, incrustação da superfície de transferência de calor, entupimento ou obstrução dos tubos, baixo coeficiente de transferência de calor e perda de carga devido à alta viscosidade.

Para obter alta concentração, total termólise e desalcoolização econômica e eficiente de leveduras, é importante usar nessa etapa o que a tecnologia traz de melhor no sentido de eliminar esses inconvenientes ao longo do processo.

Leia Mais

Os sistemas de pulverização em usinas são fundamentais para o aumento da rentabilidade e flexibilização do mix

Por | Açúcar e Etanol | Sem comentários

Açúcar ou etanol? As usinas que têm capacidade de produzir ambos, vivem esse dilema. O quanto uma usina é “flex” determina se ela pode ter um grande aumento ou até mesmo uma grande perda de faturamento, com a mesma moagem, devido às oscilações dos preços do açúcar e do etanol no mercado.

Quando uma usina está equipada para elevar sua eficiência de retenção de fábrica de açúcar (SJM) acima dos 70%, quando o etanol não está vantajoso, ela tem a capacidade para se tornar mais lucrativa. Usinas de mix de produção pouco maleáveis podem dar prejuízo enquanto uma usina flex pode ser lucrativa.

Muitas vezes nos deparamos com etanol não se pagando e açúcar em alta. O potencial de não mandar sacarose para fermentação, nesses momentos, vai dizer se você irá ganhar ou perder. Por isso, o uso adequado dos sistemas de pulverização de usinas no sistema termo fluído mecânico para condensação e vácuo contribui para a flexibilização do mix de produção e aumento da rentabilidade.

Como estamos falando de commodities de demanda e valores oscilantes, com uma operação flexível o suficiente, é possível tomar decisões de curto prazo e direcionar a produção para o produto mais vantajoso no momento. Outro benefício da escolha certa dos equipamentos de pulverização é aumentar a SJM, ou seja, a capacidade de produzir mais açúcar com a mesma quantidade de caldo, o que também contribui para a lucratividade da usina. Mas como atingir esses objetivos?

Leia Mais

Spray Ball: entenda por que você deveria trocá-lo por um lavador automático

Por | Açúcar e Etanol, Alimentos, Bebidas, Farmacêutico, Higiene & Beleza, Indústria em geral, Lavagem de Tanques, Panificação, Papel & Celulose, Químicos, Sustentabilidade | Sem comentários

Spray Ball ou lavador automático? Limpeza manual funciona? Melhorar a higienização dos tanques da operação é uma das metas da sua indústria e você está na dúvida sobre qual é a solução mais eficiente?

Nesse post que publicamos recentemente, com dicas práticas e para a limpeza efetiva de tanques na indústria, falamos sobre a importância da escolha do lavador e aqui vamos esclarecer um pouco mais, comparando o Spray Ball e o lavador automático.

Leia Mais