Por que o bico é importante no seu processo?

Por 10 de junho de 2020Aplicações
bicos-de-pulverização

Guia definitivo para escolher bicos de pulverização

Como especialistas no assunto, podemos afirmar que escolher bicos de pulverização adequados para a operação é muito mais do que um toque final, mas um grande diferencial competitivo para a indústria, pois eles estão diretamente associados à economia de tempo, recursos e qualidade do produto final. Um projeto de pulverização deve começar pela escolha do bico pulverizador.

Mas afinal, o que é um bico de pulverização?

Um bico de pulverização é um dispositivo de precisão com um orifício calibrado que faz a quebra do fluxo de líquido em gotas, formando um spray. Os bicos são usados ​​para três propósitos: distribuir um líquido sobre uma área fazendo a sua cobertura, aumentar a área de superfície do líquido e criar força de impacto em uma superfície sólida.

Para que serve?

Vamos imaginar operações industriais com propostas e necessidades diferentes? A indústria de panificação, por exemplo, consegue poupar matéria-prima se fizer aplicações precisas de coberturas em seus produtos. Uma fabricante de leite em pó ganha produtividade e qualidade ao obter grãos de tamanho uniforme na densidade desejada.

Da mesma forma, uma siderúrgica evita prejuízos enormes ao remover com eficiência as carepas no processo de descarepação, garantindo a qualidade do aço. O que todas essas atividades tão diversas têm em comum? O sucesso delas depende da assertividade na escolha dos bicos de pulverização.

Pensando nisso, preparamos esse post com todas as informações que você precisa ter e características da operação a serem levadas em conta na hora de escolher bicos de pulverização. Vamos a elas:

Material do bico

Você encontrará bicos de pulverização de diversos materiais no mercado. Qual deles atenderá melhor às necessidades da sua operação?

É preciso levar em consideração alguns fatores: tipo de solução a ser pulverizada, a porcentagem de concentração de substâncias corrosivas e a temperatura.

Materiais com superfícies mais duras têm vida útil maior. Confira na tabela comparativa os materiais vs proporção de resistência à abrasão e lembre-se de que escolher um material impróprio trará impactos negativos em sua operação.

Bicos desgastados apresentam aumento da vazão e prejudicam o padrão de pulverização.

Tamanho da gota e cobertura

A relação entre tamanho da gota e área de cobertura é outro ponto fundamental a ser considerado na hora de escolher seu bico spray, pois você poderá otimizar as aplicações e economizar recursos. Dependendo do bico de pulverização utilizado, você consegue uma cobertura maior com o mesmo volume de líquido.

O gráfico abaixo mostra exatamente isso: como o volume de uma gota de 500 µm pode ser reduzida e proporcionar a cobertura de uma área maior. Também é importante saber que as propriedades do líquido, a vazão do bico, a pressão e o ângulo de pulverização são fatores que afetam o tamanho da gota.

Nessa outra imagem, você observa o tipo de bico e o tamanho da gota que ele produz.

Bicos Atomizadores e Hidráulicos

Indo um pouco mais a fundo no assunto bicos de pulverização, você encontrará dois grandes grupos, os atomizadores e os hidráulicos. A função de ambos é quebrar solução pulverizada em partículas menores. Minúsculas em alguns casos. O que os difere é o sistema usado para atingir esses objetivos. Os bicos hidráulicos precisam da pressão do fluido para funcionar. Já os atomizadores utilizam ar comprimido.

A escolha por bicos atomizadores ou hidráulicos dependerá sempre da atividade e dos objetivos a serem atingidos em determinada etapa da produção. É sempre bom conversar com o especialista sobre condições e objetivos antes da tomada de decisão.

Os menores tamanhos de gotas são produzidos por bicos atomizadores de ar, que são os mais recomendados para aplicações como revestimentos, resfriamentos, supressão de poeira, lubrificação e umidificação.

Os bicos hidráulicos costumam ser indicados para limpeza, lavagem e quando não pode haver névoa no processo.

Coeficiente de variação

Mais um ponto importantíssimo para a assertividade na escolha de chuveiros, headers e manifolds de pulverização: o coeficiente de variação, que é um indicador relacionado à uniformidade de distribuição.
O coeficiente de variação depende de fatores como padrão de distribuição do bico, altura de pulverização, do ângulo, do jato e do espaçamento dos bicos.

Quanto menor o coeficiente de variação, mais uniforme será a distribuição e mais adequadas serão a cobertura e as sobreposições dos jatos (overlap). O CV é uma preocupação exclusiva da Spraying Systems nos projetos de chuveiros, headers e manifolds.

Nesse gráfico abaixo, dá para ter uma noção da importância do overlap para a cobertura das superfícies.

Manutenção e Desgaste dos bicos

Além de acertar na escolha dos bicos é preciso cuidar bem deles. Bicos desgastados podem trazer grandes problemas à sua operação, entre eles, problemas de qualidade no seu produto, elevado consumo de água e outros insumos.

É preciso ter atenção aos fatores que causam o desgaste dos bicos: desgaste natural do orifício pelo tempo de uso, entupimento, abrasão, corrosão e limpeza indevida.

Quando trocar os bicos de pulverização?

Por mais duráveis e resistentes que sejam os bicos que você escolher, é preciso saber que uma hora precisará trocá-los. E isso idealmente deverá acontecer quando o custo de mantê-los for maior que o custo de trocá-los. Por isso, é importante que você conheça o ponto ótimo de troca dos bicos de pulverização que escolher. Mas o que isso significa?

Que você precisa saber por quanto tempo o equipamento funcionará perfeitamente até que por um dado nível de desgaste seja melhor substituí-lo devido às intervenções constantes, alto consumo de água ou outros materiais de aplicação e prejuízos na qualidade do produto final.
Testes de vazão são recomendados a cada seis meses. Além disso, você deve monitorar a pressão do sistema periodicamente.

Na Spraying Systems, conseguimos realizar em nosso laboratório de pulverização o Programa de Testes para que nossos clientes conheçam o ponto ótimo de troca de seus bicos. Essa é uma informação bastante valiosa para você ter como aliada no seu programa de manutenção preventiva ou preditiva.

Acessórios

Ao fazer as escolhas é bom ter em mente que alguns acessórios podem deixar os bicos de pulverização ainda mais potentes, facilitando a instalação e permitindo o monitoramento e controle das atividades.

Os principais acessórios são os filtros (a malha recomendada pela Spraying Systems vai de 1/2 a 1/3 do orifício), essenciais para evitar o entupimento dos bicos e as paradas repentinas; os manômetros, que controlam e monitoram o processo hidráulico, e as válvulas de regulagem, que regulam a vazão e pressão do líquido que vai para os bicos, controlando com precisão as linhas pressurizadas. Resumidamente, elas minimizam a perda de líquido causada por pressão excessiva.

Acessórios como filtros, manômetros e válvulas de regulagem melhoram a performance dos bicos.

Seja qual for a atividade da sua indústria, se houver necessidade de sistemas de pulverização, a Spraying Systems tem soluções que podem melhorar seus processos. Estamos à disposição para conversar sobre as especificidades da sua atividade e ajudar a escolher bicos de pulverização mais eficientes para a sua operação.

Spraying Systems

Autor Spraying Systems

Mais posts de Spraying Systems

Deixe seu comentário